Capital   
cidades

As localidades turísticas abaixo são próximas a Belo Horizonte. As marcadas já têm matéria na Revista Idas Brasil.
 
- Ouro Preto
- Mariana
- Congonhas
- Sabará
- Ouro Branco
- Parque
  Nacional do
  Caraça
  (Santa
  Bárbara)
- Parque
  Nacional da
  Serra do
  Cipó
- Itabirito
- Santa Luzia
- Caeté
- Nova Lima
- Catas Altas
- Barão de
  Cocais
- Itabira
- Rio Acima


Lista de Atrações de Belo Horizonte:

(Clique nas fotos para ampliar)

Voltar

Principais Praças de Belo Horizonte:

Durante um bom tempo Belo Horizonte obteve o título de "Cidade Jardim". Ainda hoje a quantidade de verde preservado impressiona. São mais de 2 milhões de árvores, incluindo ruas, parques e praças. O belo-horizontino tem o dobro de área verde recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMC). São 500 praças que contribuem para uma melhor qualidade de vida na cidade. Lugares para a prática de esportes, manifestações culturais e recreação.

Praça da Liberdade : é o centro do poder executivo de Minas Gerais. Visitá-la é fazer um passeio pelos vários estilos arquitetônicos presentes na história de Belo Horizonte. Clique aqui para visitar virtualmente a Praça da Liberdade.

Topo


Sete de Setembro : ao longo da av. Afonso Pena é possível visualizar vários estilos arquitetônicos que vigoraram na capital. É uma vitrine excelente que tem na praça Sete sua principal referência. A praça está no encontro das avenidas Afonso Pena e Amazonas, duas das principais da cidade. Abriga o marco comemorativo do centenário da Independência do Brasil, um obelisco popularmente conhecido como "Pirulito".

Topo


Israel Pinheiro (Praça do Papa) : em 1980, quando o papa João Paulo II esteve na capital mineira, do alto do Mangabeiras, pronunciou: "... que belo horizonte!". Desde então o local ficou conhecido como Praça do Papa, tornando-se palco privilegiado para grandes encontros religiosos e shows musicais. Um monumento foi erguido para celebrar a data. Emoldurando a paisagem está a Serra do Curral. No lado da praça estão outras atrações, como o Parque das Mangabeiras e a Rua do Amendoim.

Topo


Rui Barbosa (Praça da Estação) : o antigo ramal ferroviário foi a porta de entrada de toda a matéria-prima utilizada na construção da capital. O primeiro relógio público de Belo Horizonte foi instalado lá, no alto da torre da estação, cuja praça começou a ser construída em 1904. Dezoito anos depois, em 1922, um novo prédio (estilo neoclássico) foi erguido para atender à demanda da efervescente cidade. Destacam-se na praça dois leões em mármore e a estátua de bronze que homenageia os Inconfidentes. Fazem parte do conjunto da estação a Serraria Souza Pinto, o Viaduto de Santa Tereza e o Museu de Artes e Ofícios.

Topo


Diogo de Vasconcelos (Praça da Savassi) : na década de 1940 a região era ponto de encontro da alta sociedade belo-horizontina. Havia no local uma padaria e confeitaria que entrou para a história, pertencente à família Savassi, daí o nome. Oficialmente o bairro chama-se Funcionários, mas o entorno da praça é habitualmente chamado de Savassi e concentra um centro comercial dos mais badalados e sofisticados da capital. Há vários bares, restaurantes, cafeterias etc.

Topo


da Assembléia : oficialmente seu nome é praça Carlos Chagas. No centro está a igreja N. Sra. de Fátima, cercada por jardins projetados por Burle Marx. Ampla área equipada com playground e pista para caminhada. Nela também fica a Assembléia Legislativa de Minas Gerais.
Avenida Olegário Maciel s/n, Santo Agostinho.

Topo


da Bandeira : nela está o Marco Cívico do Centenário, erguido quando Belo Horizonte completou 100 anos (1997). Na terceira quinta-feira de todo mês há a troca da bandeira, numa cerimônia cívica realizada a partir das 10 horas.
Fica no alto da av. Afonso Pena, no bairro Mangabeiras.

Topo


Tiradentes : fica no encontro das avenidas Afonso Pena e Brasil. Nela há uma estátua homenageando o mártir da Inconfidência Mineira, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.

Topo


Juscelino Kubitscheck : também conhecida como parque JK. Sua infra-estrutura conta com pista para caminhada, quadras, ciclovia, aparelhos para ginástica e espaço para eventos artístico-culturais.
Fica na av. Bandeirantes s/n, no bairro Sion.

Topo


Raul Soares : tem estilo paisagístico francês, com forte inspiração clássica, representado pelos jardins simétricos e fonte luminosa. Faz parte do projeto original da cidade, sendo a confluência de importantes avenidas (Amazonas, Augusto de Lima, Bias Fortes e Olegário Maciel). Localizada no centro.

Topo


Voltar

Capa | Cidades | Belo Horizonte