Circuito do Ouro 
onde ficar
cidades

As cidades abaixo fazem parte desse circuito. As marcadas já têm matéria na Revista Idas Brasil.
 
- Ouro Preto
- Mariana
- Congonhas
- Sabará
- Ouro Branco
- Itabirito
- Santa
  Bárbara
- Santa Luzia
- Caeté
- Nova Lima
- Belo Vale
- Raposos
- Catas Altas
- Barão de
  Cocais
- Bom Jesus
  do Amparo
- Itabira
  - São
  Gonçalo do
  Rio Abaixo
- Rio Acima


Lista de Atrações de Ouro Preto:

(Clique nas fotos para ampliar)

Voltar

Igrejas em Ouro Preto:

Matriz N. Sra. do Pilar : o projeto desta igreja, considerada uma das mais requintadas do barroco, é atribuído a Pedro Gomes Chaves. A talha da capela-mor foi executada por Francisco Xavier de Brito. O acervo ainda inclui magnífica talha coberta de ouro e mais de quatrocentos anjos esculpidos. Foram empregados em sua ornamentação cerca de 400 quilos de ouro e 400 de prata. Em anexo, na sacristia, está o Museu de Arte Sacra do Pilar (ver museus). Entrada paga.
Praça Monsenhor Castilho Barbosa.
Horário: de terça a domingo, das 9 às 10:45h e das 12 às 16:45h.

Topo


N. Sra. do Carmo : o projeto é de Manoel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho, e sua construção foi entre 1766 e 1772. Era frequentada pela aristocracia de Vila Rica. Também participaram de sua ornamentação Aleijadinho, Manoel da Costa Ataíde, entre outros artistas de renome. Entrada paga.
Rua Brigadeiro Musqueira (atrás do Museu da Inconfidência.
Horário: de terça a sábado, das 12 às 16:45h, e domingo, das 9:30 às 11h e das 13:30 às 16:45h.

Topo


N. Sra. do Rosário : é um raro exemplar do barroco mineiro, com sua fachada circular e por isso singular. Sua construção, iniciada em 1785, substituiu primitiva capela. Em contraste com o aspecto externo o interior é bem singelo, com evocação de santos negros. A tradição aponta a escultura de Santa Helena como sendo de Aleijadinho e as imagens de Santo Antônio e São Benedito atribuídas a seu irmão, padre Félix.
Largo do Rosário.
Horário: de terça a sábado, das 12 às 16:45h, e domingo, das 13 às 15:30h.

Topo


São Francisco de Assis : a mais famosa de Ouro Preto, um dos exemplares mais magníficos do barroco mineiro. Sua construção foi iniciada em 1766. é considerada obra-prima de Aleijadinho, responsável pelo risco geral do prédio, portada, tribuna do altar-mor, altares laterais e capela-mor. São também suas as esculturas da portada e dos púlpitos. Mestre Ataíde conferiu excelência artística ao teto, representando a assunção de Nossa Senhora. A arquitetura desta igreja tem inspiração militar. Entrada paga.
Lardo de Coimbra.
Horário: de terça a domingo, das 8:30 às 11:45h e das 13:30 às 17h.

Topo


Matriz N. Sra. da Conceição : sua construção se estendeu de 1727 a 1746. O projeto e a execução ficaram a cargo de Manuel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho. Ambos estão enterrados na igreja. Tem em anexo o Museu Aleijadinho. Entrada franca na igreja, não no museu.
Praça Antônio Dias.
Tel: (0xx31) 3551-3282
Horário: de terça a sábado, das 8:30 às 12:00h e das 13:30 às 17h, e domingo, das 12 às 17h.

Topo


São Francisco de Paula : foi a última igreja erguida no período colonial, com execução iniciada em 1804. A imagem do padroeiro, que hoje se encontra no Museu Aleijadinho, é atribuída ao mestre. De seu adro se tem uma bela vista da cidade.
Rua Padre Rolim.
Horário: de terça a sábado, das 9 às 10:45h e das 13:30 às 16:45h, e domingo, das 13 às 16:45h.

Topo


N. Sra. das Mercês e Perdões (Mercês de Baixo) : edificada entre 1740 e 1772. Passou por reforma em meados do séc. XX.
Rua das Mercês.
Sem horário fixo de visitação.

Topo


Santa Efigênia ou de N.Sra. do Rosário do Alto da Cruz : sua construção levou 60 anos (1730-1790). Participou do projeto Manuel Francisco Lisboa, sendo que a talha da capela-mor é de autoria de Francisco Xavier de Brito. Diz a tradição oral que foi edificada graças ao ouro da Mina da Encardideira, adquirida por Chico Rei. Na fachada estão os relógios de pedra considerados os mais antigos da cidade. O adro é também um belo mirante, com vista para o bairro de Antônio Dias. Possui rico interior. Na pintura do teto pode ser visto um papa negro.
Rua Santa Efigênia.
Horário: de terça a domingo, das 8:30 às 16:30h.

Topo


N.Sra. das Mercês e Misericórdia (Mercês de Cima) : igreja construída entre 1771 e 1793. A torre central foi projeto de Manuel Francisco de Araújo.
Rua Padre Rolim.
Visitação: sem horário fixo.

Topo


São José : pertencia à irmandade que reunia vários artistas. O risco do retábulo da capela-mor e da torre são de Aleijadinho. Erguida entre 1730 e 1811.
Rua Teixeira Amaral.
Visitação: sem horário fixo.

Topo


Bom Jesus de Matozinhos ou São Miguel e Almas : sua construção se deu por volta de 1778. Na porta principal - coroamento - a imagem de São Miguel Arcanjo é supostamente de Aleijadinho. No interior as pinturas da ceia e da crucificação são de Mestre Ataíde.
Rua Alvarenga.
Horário: de segunda a sábado, das 13 às 16:45h.

Topo


Capela São João Batista : é o mais antigo templo de Ouro Preto, construído por determinação do bandeirante Antônio Dias em 1698. No local foi rezada a primeira missa pelo padre Faria. Localizada no alto do morro do Ouro Fino. Construção em canga.
Visitação: sem horário fixo.

Topo


Capela N. Sra. do Rosário dos Brancos ou do Padre Faria : é conhecida pelo nome do padre que rezou a primeira missa na região. A singela fachada contrasta com o rico interior, confeccionado em 1740 pela irmandade dos brancos. Contudo sua construção é bem anterior: data de 1710. Destaque para a cruz pontifical de 1756.
Horário: terça a domingo, das 8:30 às 16:30h.

Topo


Capela N. Sra. das Dores : a primitiva capela foi construída por volta de 1780, pela irmandade de N. Sra. das Dores e Calvário. A atual construção data de 1835, mas por falta de documentação desconhece-se o autor do projeto. Possui imagem de N. Sra. das Dores, originária da cidade portuguesa de Braga. Destaque também para uma banqueta com seis castiçais de talha dourada e duas mesas D. João V utilizadas para os ofícios divinos. Monumento tombado pelo Iphan em 1939. Em restauração.
Rua Dr. Tenente Pereira – Bairro Antônio Dias

Topo


Capela de Santana : erguida antes de 1720, próxima às antigas minas de ouro. A região do morro de Santana era densamente povoada no início do século XVIII.
Visitação: sem horário fixo.

Topo


Capela de São Sebastião : localizada no morro de São Sebastião. Data da primeira metade do séc. XVIII.

Topo


Capela de Bom Jesus das Flores (Taquaral) : singela capela construída por volta de 1748. Localizada no bairro Taquaral (saída para Mariana).
Visitação: sem horário fixo.

Topo


Voltar

Capa | Cidades | Ouro Preto


Veja Também





Apoio:

Site Oficial de Turismo de Ouro Preto (conteúdo Idas Brasil) apoiado pela Unesco

Lei Rouanet de Incentivo à Cultura

Prêmios e
reconhecimento

Anuncie aqui!


Cartões Virtuais

Indique este site

Papéis de Parede

Minas Gerais