Circuito do Ouro 
onde ficar
cidades

As cidades abaixo fazem parte desse circuito. As marcadas já têm matéria na Revista Idas Brasil.
 
- Ouro Preto
- Mariana
- Congonhas
- Sabará
- Ouro Branco
- Itabirito
- Santa
  Bárbara
- Santa Luzia
- Caeté
- Nova Lima
- Belo Vale
- Raposos
- Catas Altas
- Barão de
  Cocais
- Bom Jesus
  do Amparo
- Itabira
  - São
  Gonçalo do
  Rio Abaixo
- Rio Acima


Texto e fotografia (exceto as creditadas): Marcelo JB de Resende


Muitas eram as lendas que habitavam o imaginário dos primeiros exploradores que penetraram o Brasil. No território onde hoje está Minas Gerais, um lugar em especial chamava a atenção e atiçava a cobiça daqueles homens. Uma serra de nome Sabarabuçu, repleta de ouro e pedras preciosas das mais diversas cores. Foi ela um dos principais objetivos das expedições, um troféu à espera de seu dono. Quem encontrasse Sabarabuçu encontraria a glória.


Uma linha separa o sonho do real. Se Sabarabuçu era a lenda, Sabará se concretizou na mais pura realidade. A cidade nasceu do ouro, farto em seus rios e minas, responsável pela gloriosa saga dos bandeirantes e da emergente sociedade mineira. O metal amarelo motivou guerras, movimentou paixões, alimentou intrigas e vaidades. Sabará é um retrato fiel de um dos períodos mais fascinantes da história do Brasil. Esta história é contada pela arquitetura barroca de suas igrejas, pelas minas escondidas em suas montanhas, pelas bateias e outros instrumentos rudimentares - utilizados na extração - ainda hoje encontrados no fundo dos rios. Características como estas firmam Sabará como destino obrigatório no circuito turístico do ouro em Minas Gerais.

  Igreja de N.Sra. do Carmo

Altar Igreja N.Sra. do Carmo

Localizada em um majestoso vale, no encontro do rio das Velhas com o rio Sabará, a cidade desperta o interesse de turistas e estudiosos do barroco. Nela é possível perceber as várias fases experimentadas por este movimento artístico, que encontrou em Minas sua mais pura e autêntica tradução. Todo este acervo se encontra muito bem preservado, dando uma idéia precisa da transformação acarretada pela descoberta do ouro. Tamanha era a quantidade do metal que não seria exagero imaginar que seus rios tinham fundo dourado, remetendo a uma visão idílica, digna das mais saborosas fábulas. De repente tudo mudou. As matas deram lugar ao casario, das pedras arrancadas das montanhas foram calçadas ruas e estradas, da fé vieram as igrejas e do poder se extraiu a vaidade, a arte e a traição. Visitar Sabará é viver na realidade o que um dia foi lenda.

Capela Senhor Bom Jesus

Vista de Sabará

Casa Azul, construção do século XVIII

Capa | Cidades | Sabará